segunda-feira, 26 de março de 2012

Não se percas de mim.



Tu não imagina a dor que me dá de te ver assim, pra baixo sem saber o fazer. Em dúvida se volta ou se fica agora que resolvemos dar os nossos passos juntos daqui por diante.

Por dentro estou destruída, sem esperança nenhuma dos dias que vem um atrás do outro e a gente nem vê. Mas eu sei que se eu baixar a guarda vou te desanimar. Não quero correr nenhum risco de te perder porque agora você é tudo que eu tenho, tudo que me resta no final dos dias, toda a minha força e a minha calma pra levar as coisas a diante.

E como eu queria poder te tirar essa dor da incerteza, que te agonia noite e dia e não te deixa em paz. Queria ter o poder da calma, de deixar as pessoas tranquilas. E sei que tudo que estamos passando é pra que nos faça enxergar algo que ainda não tivemos a capacidade de ver.

As coisas não estão fáceis pro nosso lado, mas não podemos nos perder, de jeito nenhum. Eu preciso de você, meu pequeno, preciso do teu amor, do teu sorriso enquanto viemos pra casa caminhando na chuva, do teu abraço apertado de "tudo vai ficar bem, mas a gente ainda não sabe".

Preciso de ti meu Pic, que sem você eu não tenho nem força de levantar da cama pra enfrentar esses dias de incertezas que vivemos imaginando o dia em que seremos melhores, não se percas de mim.

Com amor.
Naiana Cescon Lemes.

quinta-feira, 22 de março de 2012

i have mustache

Desde que viemos pra Passo Fundo estamos (eu e meu amor) nos sentindo solitários.
Antes eu vivia em uma casa com mais 4 pessoas totalmente ativas, viciados em música, sempre tive gatos e agora por último veio os cachorros, saudade pequenos.

Resolvemos adotar um miminho, sabíamos que estavamos fazendo uma boa ação, mas não sabíamos que era tão grande.

O pobrezinho veio todo judiado, com pulgas que o machucavam aos 3 meses de vida, fora outra coisa que não acho necessário comentar aqui.

Pegamos ele terça - feria dessa semana (dia 20-03-12). Achei que eu seria a mais apegada ao gato, mas quando olho pro lado vejo o Marlon com o Valentin no colo, apertando ele com um abraço e chamando de pequeninho. Enfim, eles se puxam o saco um do outro.

Esse é o pequeno que pegamos, o nome Valentin foi escolhido pelo Marlon.



O chamados de Tin quando queremos demonstrar mais carinho. *-*
Os dois abobados pelo gato, só tem a dizer que ter um bichinho desses é ir pra casa e no meio do caminho lembrar que tem um ser pequenino te esperando lá.


Ele é carinhoso mas as vezes tem uns ataques que me dão medo. hihi
Ele morde muito e corre muito louco pela casa com uma bolinha de papel jogada no chão, é a bola dele.
Ah, ele ama miar!




Os dois esperando a janta.



Me desculpem pelas fotos, mas o único horário que tenho pra tirar fotos dele é a noite depois que chego do trabalho, a luz não favorece meu celular :/ (sim, ainda não tenho câmera, mas me aguardem!)

Essa última foi tirada as 7:30 da manhã, eles acordam pra me dar tchau.

Seja bem vindo, Valentin. E fica tranquilo que agora você vai ficar bem.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Meme: 9 perguntas



Regras:



1. Cada pessoa deve postar 9 coisas sobre si mesma em seu blog.


2. Responda as questões de quem te deu a tag no seu post e crie 9 novas perguntas diferentes para passar adiante.



9 coisas aleatórias sobre mim:
1. Faço um coque no cabelo quando ele está quase seco.
2. Tomo muita água.
3. Sou geminiana.
4. Sou bastante indecisa.
5. Reparo na voz e no jeito de caminhar das pessoas (isso inclui pés)
6. Música me conforta.
7. Queria muito ter um filho ruivo.
8. Faço muitas coisas ao mesmo tempo e muitas delas eu nunca terminei.
9. Tenho 3 tatuagens.




1. O que você tinha medo quando criança?
Da morte.


2. Você tem superstição que você acredita de pé junto? Se sim, qual?
Olho gordo.


3. O que você não tem paciência para fazer?
Ir em lugares cheios demais, passar pano na casa, dividir água (nunca me peçam goles da minha água)


4.Você tem animais de estimação? Quais?
Tem um gato siamês, chamado John. O Nailon, meu cachorro, e agora "tenho" na verdade é do meu pai um filhote de salsicha que meu pai ganhou.

Mas eles não moram mais comigo, pra minha triste saudade, ficaram na casa dos meus pais.


5. Já mudou radicalmente seu visual ?
Sim, muitas vezes, já teve mechas roxas e cabelo mega curto.


6. Esta escutando alguma música?
Gravity - John Mayer.


7. Onde você gostaria de morar?
Florianópolis parece ser o que mais me encantaria, uma cidade cheia de opções e uma praia pra quando quiser sossego

8. Quando era criança, o que você queria ser quando crescesse?
Veterinária, enchia o saco do meu tio que é um, e ele me dava luvas pra fingir que tava fazendo consulta.
 
 
Ai gente, não vou fazer outras questões, fiquem a vontade pra responder.